O sistema PCV efetua a leitura de um código DataMatrix presente numa fita utilizando tecnologia de aquisição de imagem em 2D.
É possível obter um sinal contínuo de informação posicional em distâncias até 9,6 km, com uma precisão de +/- 0,1 mm. Ambos os sistemas possibilitam leituras até velocidades de 12,5 m/s com um tempo de resposta de 1 ms.

Com as nossas diversas tecnologias, fornecemos sistemas para praticamente qualquer tarefa de posicionamento.

A nossa linha de produtos abrange:

Sistema de Posicionamento Indutivo
Sensores de Medição de Distância
Sistema de Codificação da Posição WCS
Sistema de Posicionamento Data Matrix PCV
Chave CAME Eletrônica PAX

Cabeças de leitura PCV


RS485: PCV80 - F200 - R4 - V19 / PCV100 - F200 - R4 - V19
SSI: PCV80 - F200 - SSI - V19 / PCV100 - F200 - SSI - V19
Tecnologia de câmara 2D;
Opções de protocolo RS485 e SS;
12,5 m/s de velocidade máxima;
80 mm de distância de digitalização +/- 15 mm;
100 mm de distância de digitalização +/- 20 mm;
1 m/s de tempo de resposta;
3 saídas de comutação PNP;
Configurável com botão ou software;
Interfaces de controlo disponíveis para DeviceNet e Ethernet/IP..

Cabeças de leitura WCS


O sistema WCS é composto por um conjunto de emissores/recetores de LEDs infravermelhos que efetua a leitura de um código exclusivo da calha de referência. Através deste sistema conseguem-se precisões de +/- 0,4 mm em distâncias de trajeto até 314 m.
As cabeças de leitura WCS2B possuem uma ranhura com 10 mm de largura. A proximidade entre os LEDs do emissor e o recetor possibilita um elevado ganho tornando o WCS2B a melhor opção para ambientes industriais muito adversos tais como metalurgias, fundições ou metalomecânicas.
As cabeças de leitura WCS3B possuem uma ranhura com 31 mm de largura, o que possibilita uma maior flexibilidade de alinhamento quando comparado com WCS2B. Estes sistemas são ideais para instalação em transportadores fixos no solo ou em suspensão, em armazéns automáticos e em estações de elevação.

 

Modelo

WCS2B

WCS3B

RS485 (62,5 kBits/s)  

WCS2B-LS221

WCS3B-LS221

RS485 (62,5 k 

WCS2B-LS211 

WCS3B-LS211 

RS485 (62,5 k 

WCS2B-LS246 

WCS3B-LS246 

SSI Direto - Binário 

WCS2B-LS310

WCS3B-LS310 

SSI Direto - Código gray

WCS2B-LS311

WCS3B-LS311

Com saída de sobrevelocidade 

 Adicionar a letra "H" a qualquer nº do modelo

Com saída de sobrevelocidade 

 Adicionar a letra "S" a qualquer nº do modelo

Com ecrã

Não disponível 

Adicionar a letra "D" a qualquer nº do modelo 

Fitas de codificação PCV

PCV**M-CA20-
**= longitude da fita (m)
Fitas de códigos de matriz de dados;
Pedidos personalizados em longitude em m;
Disponíveis rolos de 10 m, 20 m, 50 m e 100 m;
Fitas autoadesivas para uma instalação rápida;
Indicado para condições ambientais de -40ºC a +150ºC;
Poliéster laminado resistente a produtos químicos;
Estreito, 25 mm de largura (disponíveis larguras personalizadas);
As secções de substituição podem ser geradas com uma impressora standard.

Interfaces de controlo WCS


As cabeças de leitura já possuem integradas como interfaces de comunicação RS485, SSI ou CANopen, caso sejam necessárias outras interfaces/protocolos de comunicação existem como opção DeviceNet, PROFIBUS BP, EtherNet/IP, PROFINET e Modbus RTU.
Estão também disponíveis conversores RS485 para paralelo e controladores SSI que possibilitam um aumento no comprimento dos cabos.
As interfaces de controlo possibilitam controlar até 4 cabeças de leitura em simultâneo. Estão disponíveis DIP Switches para configurar o endereçamento.

 

WCS-DG210

WCS-PNG210

WCS-EIG210

WCS-PG210E

WCS-IS310

WCS-IP110

DeviceNet*

PROFINET* 

EtherNet/IP* 

PROFIBUS*DP

SSI - binário**

Paralelo - binário** 

* Utilizar com o modelo de cabeça de leitura WCS_B-LS221

** Utilizar com o modelo de cabeça de leitura WCS_B-LS211

Calhas de codificação WCS


O material das calhas de codificação pode ser em fibra laminada ou aço inox com posicionamento exclusivo a cada 0,8 mm. Na maioria das aplicações é utilizada fibra laminada ao passo que nas aplicações de maior rigidez mecânica ou de maior risco de corrosão deve ser usado aço inox. Todas as calhas podem ser montadas em curva sem que isso afete a precisão na leitura de posicionamento.

WCS2-CS55-L1 / WCS3-CS70-L1

WCS2-CS55-M1 / WCS3-CS70-M1 

Laminado de fibra 

Aço inox

A melhor opção para a maioria de aplicações, as calhas de codificação de lamina de fábrica oferecem rentabilidade, manipulação fácil e excelente durabilidade.  

 A melhor opção para instalações condicionadas por ambientes difíceis, as calhas de codificação em aço inox oferecem imunidade a líquidos, temperaturas elevadas/vapor, excelente resistência à corrosão, alta rigidez e resistência à tensão.

Interfaces de controlo PCV


RS485: Conversor PCV-USB-RS485
SSI: PCV-KBL-V19-STR-USB
Conversão RS485 a RS232;
Fonte de alimentação incluída;
Conexão com porta USB;
Permite um interface simples com o software de configuração PCV.

Interfaces de controlo WCS


As cabeças de leitura já possuem integradas como interfaces de comunicação RS485, SSI ou CANopen, caso sejam necessárias outras interfaces/protocolos de comunicação existem como opção DeviceNet, PROFIBUS BP, EtherNet/IP, PROFINET e Modbus RTU.
Estão também disponíveis conversores RS485 para paralelo e controladores SSI que possibilitam um aumento no comprimento dos cabos.
As interfaces de controlo possibilitam controlar até 4 cabeças de leitura em simultâneo. Estão disponíveis DIP Switches para configurar o endereçamento.

Formulário de preenchimento para descarregar ficheiros

Ao usar este formulário, você concorda com o armazenamento e o uso dos seus dados por este site.