Em automação, os sensores fotoelétricos fornecem todos os benefícios de uma deteção rápida e sem contato. Entre todos os sensores comuns, é feita uma distinção de acordo com o princípio de funcionamento, isto é: emissor/recetor, reflexão no objeto e reflexão direta no objeto.

 

Sensores fotoelétricos de fibra ótica

Os sensores fotoelétricos de fibra ótica e os respetivos cabos são a solução ideal para aplicações onde não é possível a montagem direta do sensor devido a restrições de espaço, elevada temperatura, etc. O pequeno tamanho do feixe também torna este tipo de sensor ideal para a deteção de objetos minúsculos.

 

Sensores fotoelétricos de ranhura e sensores fotoelétricos em cortina

Devido ao excelente tempo de resposta, os sensores em cortina são ideias para deteção de objetos pequenos a grandes distâncias. São também frequentemente usados para a deteção de objetos em tapetes que vibram ou oscilam. Os sensores em ranhura deteção eficazmente objetos não guiados em queda livre, quer com o intuito de efetuar contagens ou simples monitorização.

 

Sensores fotoelétricos de contraste ou sensores fotoelétricos de Cor

Na automação de embalagens ou processos de impressão, a deteção fiável de marcas ou cores tem um papel preponderante na coordenação dos vários passos do processo. Os sensores fotoelétricos de contraste ou cor foram especificamente desenhados para este tipo de tarefas.

 

Cortinas de luz

As cortinas de luz são ideais para aplicações onde existam é necessária a monitorização de áreas de grande dimensão. As cortinas de luz são extremamente fáceis de montar, instalar e alinhar, pelo que são preferidos face à utilização de múltiplos sensores fotoelétricos individuais. Existe um grande leque de aplicações para este tipo de sensor como sejam o controlo da altura, largura ou perfil de paletes, em áreas de movimentação de cargas para detetar a posição independentemente da posição, controlo de sobreposição no setor alimentar ou monitorização de portas e elevadores.

Dispositivos de medição de distância, sensores fotoelétricos de medição de distância 

Até o modelo mais pequeno é indicado para uma vasta gama de medição assim como tarefas de posicionamento. O funcionamento de operação é baseado em triangulação a laser e uma saída analógica. Todos os sensores da série VDM utilizam tecnologia PRT (Pulse Range Technology) o que permite obter maiores alcances e obter resultados na medição extremamente precisos. A tecnologia PRT utiliza impulsos de luz de alta intensidade para permitir um elevado grau de fiabilidade, mesmo em condições ambientes adversas incluindo exposição à luz ambiente ou a existência de poeiras.

 

Sensores especiais

A Pepperl+Fuchs desenvolve diversos sensores fotoelétricos especificamente para várias empresas que não estão à venda ao público. Este tipo de sensor oferece novas possibilidades em termos de tecnologia ótica para o utilizador e encaixa-se perfeitamente na aplicação.

 

Sensores fotoelétricos de segurança

A proteção de pessoas está a tornar-se deverás importante nos processos de automação. Sempre que uma máquina produza movimentos de alto risco para o operador, a integridade, saúde e as normas de segurança dos operadores têm ser respeitadas. Mesmo que o operador esteja momentaneamente distraído, cortes, esmagamento, impactos ou outro tipo de ferimentos têm que ser prevenidos.

 

Sensores para automação de acessos ou entradas

Hoje em dia é difícil imaginarmos a nossa vida sem escadas rolantes, portas, portões, cancelas e elevadores. Como que por magia, elas abrem-se automaticamente, detetam obstáculos e parecem reagir quase naturalmente à aproximação de pessoas e objetos.

 

Acessórios para sensores fotoelétricos

Existe uma extensa seleção de acessórios que complementam a gama de sensores fotoelétricos, tais como cabos de fibra ótica, acessórios de fixação e uma vasta gama de espelhos refletores.

Formulário de preenchimento para descarregar ficheiros

Ao usar este formulário, você concorda com o armazenamento e o uso dos seus dados por este site.